Ingressos para a Copa do Mundo ainda estão à venda – FIFA2010

Um dos problemas tem sido a compra pela internet, uma vez que o site da FIFA (www.fifa.com) está constantemente congestionado e o sistema costuma cair na hora da finalização da compra.

Assistir aos jogos da Copa do Mundo nos estádios da África do Sul pode ser uma tarefa difícil.

A outra situação foi vivida por Matheus Sukar, jornalista pernambucano que veio cobrir a Copa do Mundo e tentou comprar alguns ingressos para as partidas em Joanesburgo.

Matheus foi a uma rede de supermercados credenciada pela FIFA e teve que esperar muito na fila. Quando chegou sua vez, a máquina dos cartões de crédito não conseguiu se conectar ao sistema. “Vou continuar tentando, mas dessa vez, vou levar o cartão e dinheiro em espécie, esperando que o problema seja solucionado, já prevendo que outros possam aparecer.”

Para estrangeiros que vêm para a Copa, os ingressos não estão caros, se comparados ao resto dos custos da viagem. Atualmente, os ingressos ainda disponíveis são para jogos não concorridos, ou seja, de times sem grande atuação nas Copas anteriores, como Suíça e Chile, em Porto Elizabeth, no dia 21 de junho. Para este jogo, estão disponíveis todas as categorias, que são quatro.

Para a categoria 1, ou seja, os lugares de melhor visualização do campo, um ticket está valendo R$ 875,50. Na segunda, os ingressos custam R$ 585. Para a categoria 3, um ingresso custa R$ 390. Por último, na categoria para usuários de cadeiras de roda, o ingresso está ao preço de R$ 136,50. No entanto, esses valores são para as partidas de abertura. Conforme as rodadas vão eliminando as seleções, os ingressos vão ficando mais caros, proporcionalmente às suas categorias. Por exemplo, um ingresso para a final, na categoria 1, sai a R$ 1175.

Os sul-africanos pagarão menos pelos ingressos, mas ainda assim, quando os primeiros ingressos começaram a ser vendidos, a população reclamou do preço.

Bianca Adams, que vive em Joanesburgo, disse que seus compatriotas tiveram bastante dificuldade no início das vendas dos ingressos, que a princípio, foram vendidos por meio de formulários ou pela internet. “Como nem todo mundo podia comprar online, e os formulários tornavam o processo muito burocrático, foi preciso que a FIFA abrisse os centros de venda, onde se pode comprar os ingressos diretamente”, afirma a empresária sul-africana.

Ana Monteiro
Correspondente na África do Sul

http://jornaldesabado.com.br

Sobre jornaldesabado

Ana Monteiro Correspondente na África do Sul http://jornaldesabado.com.br
Esse post foi publicado em sport e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s